Artes, negócios, diversão e comportamento.

Curta cena teatral sobre ação e atitude vencedora …

Um texto curto de pai e filho conversando sobre realização pessoal. Escrito por Mauro e dirigido por Alzira Andrade para ilustrar um treinamento exclusivo de liderança Teatrês.

Conversa de Juliano, 16, e seu pai, 46, após Juliano liderar a realização de um campeonato de futebol de salão na quadra de seu condomínio.

PAI – Aê, filhão, arrebentou, hein? Que sucesso foi esse campeonato! Os meus amigos aqui do condomínio não param de falar nisso. Já está todo mundo querendo saber quando vai ser o próximo. E seus amigos, o que acharam?

JULIANO – Demais, paizão. A maioria da galera é só elogio. Pena que tem uns malas que ficam criticando, dizendo que podia ser melhor, que tem coisa que não rolou …

PAI – Normal. Quem faz acontecer corre o risco de errar, mas é melhor fazer, porque é fazendo que se aprende, filhão. Guarda os elogios com orgulho, porque você mereceu. Você e todo mundo que ajudou.

JULIANO – Até você, pai.

PAI – Isso mesmo, foi um trabalho de equipe liderado pelo meu filhão. Elogios para todo mundo!

JULIANO – E as críticas? Teve coisa que não rolou direito. Que eu faço?

PAI – As críticas você escuta também. E aí, você passa pela peneira da cabeça e do coração

JULIANO – Como assim?

PAI – Você seleciona as críticas que vão te ajudar a crescer e fazer melhor da próxima vez, tanto as suas quanto as dos outros. E as críticas que querem te derrubar, te botar pra baixo, você deleta. Deixa pra lá …

JULIANO – É mesmo. Infelizmente tem gente que não faz nada, não ajuda em nada e parece que tem inveja.

PAI – Filhão, escuta, tem o amigo macaco e o amigo chumbinho. Amigo macaco é aquele que está lá no alto da árvore, ele te dá a mão pra você subir junto com ele, te puxa pra cima. E tem o amigo chumbinho que é aquele que você dá a mão e ele te puxa pra baixo. Tem que saber separar, amigo macaco, do amigo chumbinho.

JULIANO (RI) – Agora eu to famoso porque consegui organizar com sucesso um campeonato.

PAI – Mais que isso. O importante é que você conseguiu uma ótima reputação.

JULIANO – Reputação?

PAI – Sim, sua “moral”. Você está com a bola cheia para os outros. Quando a gente faz as coisas acontecerem, as pessoas passam a ver a gente como pessoa competente, capaz, inteligente. Você passa uma imagem de confiança pras pessoas. Isso é ter uma boa reputação. Isso é bola cheia!

JULIANO – E bola murcha é reputação ruim? Gente que mente, que só causa problema, que briga, que só fala e não faz …

PAI – Tem que fazer acontecer, com inteligência e paixão. Isso melhora você e sua reputação.

JULIANO – Você é um poeta, pai. Isso dá hip hop. Tem que fazer acontecer, com inteligência e paixão, isso melhora você e sua reputação …

PAI – E você é minha inspiração, filhão. E seu time ainda foi campeão! Boralá para o segundo campeonato do FERAS FUTEBOL CLUBE?

JULIANO – Bóraaaaa.

Eles saem.

Fotos

Compartilhar

Deixe o seu comentário