Artes, negócios, diversão e comportamento.

O poder da comunicação e da ação!

“O que dizemos, o que calamos, vai progressivamente contribuindo para definir como somos percebidos pelos demais e por nós mesmos.” (Rafael Echeverría).

Desde a década de sessenta, a linguagem deixou de ser vista meramente como passiva e descritiva. Percebeu-se que além de descrever nossos pensamentos, sentimentos e observações, a liinguagem efetivamente nos permite fazer com que certas coisas aconteçam a partir de sua emissão. A Linguagem é ativa e geradora de ações e possui portanto, um poder transformador. Ex: quando uma empresa anuncia que todos os funcionários podem vestir jeans às sextas feiras, isso modifica o cotidiano de todos e inclusive o astral do ambiente.

A Linguagem é ação. “Por meio dela, criamos nossos objetivos e produtos, transformamos o mundo, abrimos ou fechamos possibilidades, construímos futuros diferentes. Através dela, vamos também construindo nossas identidades, tanto as individuais quanto as coletivas. O que dizemos, o que calamos, vai progressivamente contribuindo para definir como somos percebidos pelos demais e por nós mesmos.” (Rafael Echeverría).

Diretores, gerentes e consultores de venda trabalham utilizando o poder gerador da linguagem. Com ele,  motivam, instruem, sancionam, conduzem, encantam e vendem.  Através do poder da linguagem, tomam decisões,  resolvem problemas e movimentam a empresa. Não é a força física que eles utilizam, é o poder da palavra. “ Faça-se tal coisa”, o ordenam e tal coisa é feita. Ou “Com certeza, adquirindo esse plano seus problemas acabarão” e está feita a venda.  Se não falassem, isso muito possivelmente não aconteceria. Mas atenção! Para fazer o que fazem, sem dúvida eles tem o conhecimento do cargo. O conhecimento é requisito para fazer qualquer coisa de modo eficaz. Porém, o poder transformador das palavras, é que efetivamente faz as coisas acontecerem.

Temos como super objetivo afinar o instrumento que fala, que se comunica; o nosso CORPO – físico emocional = mente-corpo-coração. Em nossos programas de teatreinamento, desenvolvemos o primeiro contato com o instrumental que o ator utiliza para melhor expor-se através da linguagem falada e expressão corporal. São encontros vivenciais em que exploramos os temas descontração, interação, criatividade e atuação. As dinâmicas são conduzidas com humor, liberdade, consciência lúdica (por que, não?) e metodologia (sim, criamos o método Business Evolution).

A descontração, a interação do grupo, o acolhimento saudável dos novos participantes, o reacordar da criatividade trazem uma leveza aos nossos encontros que se reflete na vida de cada um de nós. A prática frequente às aulas e a observação e percepção diária de si próprio e dos outros, faz com que todos tenhamos mais consciência de nossas ações e que encaremos os problemas como desafios a serem superados e não com a gravidades que nos foi ensinado a encarar.

Mais Levitas na nossa vida pessoal e profissional!

Compartilhar

Deixe o seu comentário