Artes, negócios, diversão e comportamento.

5 passos para definir um objetivo

Com um objetivo operacional definido é possível definir ações para chegar lá!
By Mauro Henrique Toledo

“Tenha uma meta. Uma meta é um sonho com deadline”. (Marjorie Blancharde – Escritora)

A metodologia Business Evolution, aplicada nos cursos de comunicação da Teatrês pelo programa 12 personagens, tem no conceito-imagem de IDEIA-OBJETIVO o seu fundamento primeiro. Nosso objetivo é o nosso destino. É o que desejamos comunicar à platéia, é a razão de fazermos nossa exposição. Se não sabemos para onde estamos indo, a plateia saberá menos ainda.

Uma palestra é como uma apresentação de teatro. Devemos estar preparados para manter o interesse da plateia todo o tempo. Se simplesmente dissermos qualquer coisa que nos venha à mente, o público ficará confuso e não nos dará sua atenção e respeito.

Objetividade é também fator essencial na orientação de ações na vida. John Grinder e Richard Bandler, fundadores da PNL (Programação Neurolinguística), estudaram profundamente a definição dos objetivos operacionais, chamados “objetivos de mudança”. Vamos nessa:

1 – O objetivo deve ser específico, mensurável. Deve-se utilizar o critério dos “fatos” para avaliar o sucesso durante as etapas da concretização. Que fatos indicarão que estou no caminho de alcançar meu objetivo?

2 – O objetivo deve ser formulado de maneira positiva e dentro de um contexto. Em vez de dizer “Não quero mais ficar estressado no trabalho”, diga “Quero me sentir bem no trabalho”. A expressão negativa de um desejo tipo “Não quero …” é um obstáculo à realização. Frases negativas são difíceis de serem assimiladas pelo cérebro e sistema nervoso.

3 – O objetivo deve ser realista, possível de ser alcançado. Pergunte-se: quais obstáculos vou encontrar para a realização? Pode ser que sejam pequenos, pode ser que sejam grandes. Use a imaginação. Antecipar dificuldades facilita prever alternativas e potencializar recursos em busca das soluções.

4 – O objetivo deve ser de responsabilidade de quem deseja alcançá-lo. Pergunte-se: o que a concretização do objetivo me trará de benefícios e vantagens? Essa pergunta torna o objetivo mais atraente, fazendo da pessoa a principal interessada, motivada em realizar as mudanças para a sua realização.

5 – O objetivo deve ser ecológico. Pergunte-se: “Realizar será ótimo pra mim e para as pessoas que convivem comigo? Essa questão é essencial para validar a plenitude ética de seu objetivo e, caso possa trazer conseqüências negativas, é a oportunidade de definir novo objetivo que respeite a ecologia de vida.

Por onde começar agora?  Dê agora o primeiro passo para a mudança, com seu objetivo definido em função de sua própria ecologia de vida, pronto para ser aplicado em seu contexto específico (família, trabalho, saúde pessoal, etc) e tenha a “quase certeza” de que ele será realizado.

Estabeleça um plano de execução, explore seus melhores recursos e competências, comprometa-se com suas ações, fique atento aos feedbacks que lhe darão a certeza de estar no caminho certo.

Realize com confiança e determinação e tenha flexibilidade e humor para aceitar os milagrosos acasos da vida.

 

Compartilhar

Deixe o seu comentário