Artes, negócios, diversão e comportamento.

Um show de atendimento!

Um especial flash mob* musical sincero, apresentado por profissionais que não são artistas em marcante momento de emoção. (Por Mauro Henrique Toledo)

Foi na estreia do meu novo personagem Dr. Kore, em treinamento para consultores de vendas Farmoquímica, que aprendiam tudo sobre o coração fisiológico com doutores em cardiologia e neurologia. Fomos instalados no Hotel Tauá, excelente espaço para eventos corporativos em Itatiba. Na noite anterior ao treinamento cheguei e fui direto ao restaurante, coisa boa de fazer após duas horas de engarrafamento na marginal Tietê e hora e meia na Fernão Dias.  Bom, voltemos às coisas boas. O restaurante elegantemente decorado, organizado, cardápio variado, nutritivo e delicioso. Como manda o figurino na arte da recepção aos exigentes hóspedes. Porém, um algo mais me chama a atenção: a postura de comunicação dos profissionais que nos atendiam.

Nos olhavam de uma maneira diferentemente agradável. Interagiam, conversavam e sorriam de forma sincera e contagiante. Cumprimentavam com educação, claro, mas havia algo especial. Expressavam uma autoconfiança e alegria em atender que destoavam das minhas referências como hóspede em outros hotéis de porte. Com essa ótima impressão humana na memória, na manhã seguinte fiz meu trabalho. E nos intervalos de minhas intervenções andava pelo hotel e reparava que a autoconfiança e alegria eram marcantes em todos os funcionários. Todos, sem exceção, tinham esse algo mais ao atender e relacionar.

Descobri a razão desta impressão positiva durante o último almoço da empresa. Funcionários do hotel, entre garçons, chefes, cozinheiros, copeiras, recepcionistas, calmamente entram no restaurante e vão se espalhando entre as mesas. De repente ouve-se o playback da música “amigos para sempre”. E surpresa: esses que nos serviam começam a cantar. Sorridentes, batendo palmas, expressavam sua simples, sincera e contagiante verdade em uma homenagem de despedida. E a música cresceu, a emoção cresceu. E todos, equipe do hotel e empresa, cantavam juntos. E nossos artistas do atendimento foram aplaudidos de pé.

Marketing emocional? Neuromarketing? Marketing de experiência? Não preciso racionalizar gesto coletivo tão encantador. O show daqueles profissionais, que no cotidiano avassalador do mundo dos negócios muitas vezes nem são notados, foi um carinho no coração coletivo de todos alí. Pessoas felizes em compartilhar seus talentos com todos, em todos os sentidos da especial atenção. Bela maneira de valorizar os funcionários. E de deixar saudade!

*Flash Mobs são aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar determinada ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se reuniram. A expressão geralmente se aplica a reuniões organizadas através de e-mails ou meios de comunicação social.

 

Fotos

Compartilhar

Deixe o seu comentário